Notícias

Lançamento no V POMERBR – Canguçu
12 de novembro de 2016 zweiarts
In Notícias

Lançamento no V POMERBR – Canguçu

No dia 12 de novembro de 2016, em Canguçu (RS), durante o V PomerBR – realizado de 12 a 14 de novembro, que reuniu o Povo Pomerano que vive em diversos estados do Brasil – foi divulgado o livro Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa –. A publicação foi elaborada pelo Comitê de Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa, pela Fundação Luterana de Diaconia (FLD) e pela Articulação Pacari, em parceria com a Associação Pomersul, a Associação para o Desenvolvimento Sustentável do Alto Camaquã (ADAC), o Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia (CAPA) e o Conselho de Missão entre Povos Indígenas (COMIN).

A obra, que reserva um capítulo para o Povo Pomerano, foi elaborada por meio de um processo participativo, onde com visitas e entrevistas em comunidades, grupos e pessoas de 21 municípios do bioma Pampa. Depoimentos e as imagens colhidas entre 2015 e 2016 deram origem ao livro, que traz aspectos relacionados aos modos de vida, saberes tradicionais, território tradicional e desafios atuais das identidades sociais presentes no bioma Pampa. Além do Povo Pomerano, outras sete identidades estão presentes: Pecuaristas Familiares, Comunidades Quilombolas, Pescadoras e Pescadores Artesanais, Benzedeiras e Benzedores, Povo Cigano, Povo de Terreiro e Povos Indígenas.

Todas estas identidades sociais têm em comum a forte relação com a biodiversidade do Pampa, mantendo saberes e usos que promovem a conservação de ecossistemas e paisagens. A falta de conhecimento sobre a presença destes Povos e Comunidades Tradicionais no bioma ainda é generalizada e um dos objetivos da publicação é contribuir com a sua visibilidade. Além disso, o Comitê de Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa segue reunindo-se e se fortalecendo, pois há ainda muitos direitos a serem garantidos e conquistados.

Integrantes do Comitê – Carmo Thum, pelo Povo Pomerano, Nilo Dias, pelas Comunidades Quilombolas, e Rosecler Winter, pelo  Povo Cigano – além de outras representações do Povo Pomerano que vem se integrando ao comitê – e a assessora programática da FLD, Juliana Mazurana, falaram sobre a importância do livro e do Comitê para o reconhecimento destas identidades sociais, individualmente e coletivamente, além da relevância política deste trabalho.

Os Encontros do Povo Pomerano do Brasil, organizados por meio do PomerBr, acontecem desde 2011: I PomerBr (São Lourenço do Sul, 2011), II PomerBr (Santa Maria de Jetibá, 2012), III PomerBr (Pomerode, 2013), IV PomerBr (Espigão do Oeste, 2015), V PomerBr (Canguçu, 2016). Os encontros são organizados pelo Núcleo Educamemória, da FURG, em parceria com associações locais, universidades e institutos federais de educação envolvidos com a questão.

O V PomerBR teve como tema Patrimônio, Pertencimento e Territorialidade (Patrimonium, Tauhöiren un Territoriliteit, na Língua Pomerana), e promoveu importantes momentos de reflexões, intercâmbios e fortalecimento da cultura Pomerana.