Ronda no Pampa denuncia violações de direitos socioambientais

Ronda no Pampa denuncia violações de direitos socioambientais
2 de outubro de 2018 Susanne
In Notícias

Ronda no Pampa denuncia violações de direitos socioambientais

Na sequência do Seminário “Financeirização da natureza: violações contra povos e territórios” (lei matéria aqui), entre os dias 29 e 31 de agosto, foi realizada uma Ronda (visita) ao Pampa, com a participação de 25 pessoas de 16 organizações e movimentos sociais de diversas regiões do Brasil e do Uruguai.

A Ronda, que partiu de Porto Alegre, promoveu rodadas de diálogo sobre o impacto socioambiental da mineração, da silvicultura e do agronegócio nas comunidades, na biodiversidade e nas paisagens da região sul e serra do sudeste, no bioma Pampa. Foram realizadas visitas e diálogos em São José do Norte, Rio Grande – visita ao complexo portuário – e em Bagé.

Ao final da Ronda foi elaborada a “Carta de denúncia às violações de direitos socioambientais no Pampa (mineração, silvicultura e agronegócio)”: Carta de denúncia às violações de direitos socioambientais no Pampa.

Organizações participantes:
1. Amigos da Terra Brasil
2. Associação Homens e Mulheres do Mar – AHOMAR
3. Centro de Estudos bíblicos – CEBI
4. Coletivo Catarse
5. Comitê dos Povos e Comunidades Tradicionais do Pampa
6. Comunicação Kuery – Povo Indígena Mbyá-Guarani
7. Conselho de Missão entre Povos Indígenas – COMIN
8. Coordenação Nacional das Comunidades Quilombolas – CONAQ
9. Fundação Luterana de Diaconia – FLD
10. Marcha Mundial de Mulheres
11. Movimento pela Soberania Popular na Mineração – MAM
12. Movimento de Pescadores e Pescadoras Artesanais – MPP
13. Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST
14. Movimento dos Trabalhadores Sem Teto – MTST
15. Movimiento Mundial por los Bosques Tropicales – WRM (Uruguai)
16. Observatório dos Conflitos do Extremo Sul do Brasil

Assista o vídeo-registro da atividade Uma Ronda no Pampa